Resenha: As Batidas Perdidas do Coração - Bianca Briones

Editora Verus

406 páginas

2014

Viviane acaba de perder o pai e precisa tomar a frente da família, já que é a irmã mais velha e a mãe parece estar cada vez mais deprimida com a perda do marido. É justamente nesse momento que ela conhece Rafael, um cara que acaba de perder cruelmente três membros da família. De classes sociais opostas, ele é tudo o que ela deveria evitar. Ela é tudo que ele despreza. Entretanto, os opostos se atraem e uma força os liga rapidamente. Após ambos serem marcados pela dor da morte, tudo o que eles querem e precisam é se encontrarem.

Estou completamente apaixonada por esse livro! Confesso, eu não esperava muito, principalmente porque o estilo de linguagem dele é o tipo que não sou fã. Mas a história é tão intensa, perturbadora e apaixonante que fui conquistada ainda nas primeiras páginas.

As Batidas Perdidas do Coração é intercalado em capítulos rapídos entre Vivi e Rafa, narrados em primeira pessoa. Apesar da grande quantidade de palavrões (grande quantidade mesmo!), o livro tem uma narrativa poética, doce e divertida. Então, apesar do tema da obra ser bem denso, a maior parte é tratada de forma leve e descontraída.
O fato de ser narrado pelo casal também ajudou muito, já que assim, podemos entrar na mente de ambos e saber exatamente o que ambos pensam, e como pensam e lidam com alguma situação, já que normalmente Briones começava um capítulo a partir de um ponto comum ao final do anterior.

Os personagens são maravilhosos. A única que não me convenceu de primeira foi a própria Viviane, que na sinopse, menciona o quanto ela precisou ser forte com a perda do pai e nos primeiros capítulos, ela parece ser exatamente o oposto, e a personalidade não parecia bater. Entretanto, quando o livro engata, ela realmente passa a ser a força e o otimismo em pessoa, qualidades que me fizeram admirá-la bastante.
Particularmente, minha personagem favorita foi Branca. Apesar de não me parecer como ela, que é principalmente espontânea e impulsiva, foi a personagem que trouxe os momentos mais pé no chão e divertidos, onde é possível dar boas gargalhadas.
Todos os personagens têm sua importância na história, e todos têm histórias paralelas que são abordadas ao menos um pouco durante a leitura.
O maior ponto do livro em minha opinião, é que ao longo das mais de 400 páginas, vemos muito do casal principal, mas que não fica com o foco apenas nisso. Lemos muito sobre outros personagens e seus problemas e as relações de afeto entre todos eles.

Bianca Briones me surpreendeu ao abordar com tanta precisão um usuário de drogas. Eu já havia lido outras ficções com esse assunto, porém acredito que fiquei chocada sobre como o vício é tratado e como o tratamento é difícil, ainda mais por ser um livro ambientado no nosso país, o que trás uma realidade comum à tona. A única coisa que me incomoda é que ultimamente, em todos os New Adults é normal ver mais cenas de sexo do que românticas. Bianca me parece tentar se afastar desse tipo, inserindo cenas fofinhas e com um romance que não acontece absolutamente do nada. Entretanto, as cenas de sexo permanecem em grande quantidade lá, deixando a leitura mais arrastada nesses momentos.

O final não é fácil, e me arrancou muitas lágrimas, já que é possível sentir a dor que eles sentem. É aberto, porque os outros volumes tratarão de outros casais, e então gostaria que ao menos Viviane e Rafael tivessem um final fechado. Fico feliz que Briones tenha feito um complemento, que trata-se do terceiro volume da série. As Batidas Perdidas do Coração é um livro que trata de coisas pesadas e reais, mas que trata da procura da felicidade e esperança e por isso, já sei que se trata de uma das minhas melhores leituras de 2016.

Sobre a série:
As Batidas Perdidas do Coração é o primeiro volume da série Batidas Perdidas, da autora Bianca Briones e lançado pela Editora Verus. Já possui 3 volumes lançados (além desse, O Descompasso Infinito do Coração e A Escolha Perfeita do Coração). O 4º livro, O Desapego Rebelde do Coração será lançado ainda em fevereiro.

10 comentários:

  1. Ola, Camila, tudo bem?

    Menina eu comprei esse livro mês passado na saraiva e ate hoje não chegou acredita? Estou louca para lelo por que sempre leio criticas positivas sobre este livro na verdade não apenas esse mas toda a serie, as capas são simplesmente maravilhosas tenho uma queda maior pela segunda! Mas sinceramente já li varias resenhas mas acredito que nenhuma se aprofundou tanto como você fez! Agora entendo perfeitamente o motivo do choro de todo mundo e corações partidos HAHAHAHAHAHA são temas realmente pesados então! Estou ainda mais curiosa e esperando que chegue logo por que pelo amor de deus!!!! No R.A também vai ter resenha desse livro, espero me expressar tão bem quanto você!! Adorei.
    Beijinhos
    Blog-Resenha Atual

    ResponderExcluir
  2. Não sou muito fã de palavrões e como vc disse, esse livro tem muitos mesmo. Aí já perdi parte do interesse sobre ele. Continuei lendo e vc foi aos pouco mudando minha visão sobre a leitura, só que ainda não me convenceu. Se tiver oportunidade de ler, claro que o farei. Vale pela resenha bem escrita.

    ResponderExcluir
  3. Gosto do fato do livro trazer os pontos de vista de ambos os personagens, as vezes, quando é narrado por apenas uma pessoa, fico imaginando o que a outra sente, é estranho, eu sei haha Não me importo com os palavrões, mas confesso que nunca li nada que tenha eles tão explícitos. Quando vi a capa e o nome do livro, não imaginei que tratava de assuntos tão profundos, pensei que seria algo superficial. Me interessei bastante! Bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu ja li esse livro. Nem preciso dizer que sou fã. A resenha está excelente. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. @Resenha Atual
    Oi, Ingrid! Tudo bem e com você?
    Poxa, é uma droga que não tenha chegado, a Saraiva às vezes dá umas mancadas bem chatas.
    Espero que você goste tanto quanto eu e todo mundo hahahaha
    Agradeço o elogio e estou ansiosa para ler sua resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. @Maristela G Rezende
    Oi, Maristela!
    Sim, o livro possui muitos, principalmente na parte do protagonista.
    Espero que tenha a oportunidade de ler e de que acabe gostando.
    Agradeço o elogio, beijos!

    ResponderExcluir
  7. @Sofia Noronha
    Oi, Sofia!
    Sou como você em alguns livros. Às vezes sinto que falta aquele outro lado, sabe? hahaha
    As batidas tem muitos palavrões, principalmente na parte narrada por Rafa. Entretanto, A Sorte do Agora do Matthew Quick também tem. Talvez eu esteja me acostumando! haha
    É bem profundo mesmo! Espero que goste da leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. @Marilia Dayrel
    Oi, Marilia!
    O livro é lindo mesmo.
    Agradeço o elogio!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi. Eu já tinha ouvido falar do livro, apesar de zero interesse nele, achei interessante o fato de ter palavrões. As pessoas tem um enorme tabu com palavras, o que é insensato. De qualquer forma, muito bom o post. Abraços.

    http://www.lendocomchuva.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi. Eu já tinha ouvido falar do livro, apesar de zero interesse nele, achei interessante o fato de ter palavrões. As pessoas tem um enorme tabu com palavras, o que é insensato. De qualquer forma, muito bom o post. Abraços.

    http://www.lendocomchuva.com.br/

    ResponderExcluir