Resenha: Vida e Morte - Stephanie Meyer

Editora Intrínseca
Tradução: Regiane Winarski e Ryta Vinagre
391 páginas
2015

Em comemoração ao aniversário de 10 anos da publicação de Crepúsculo nos Estados Unidos, Stephanie Meyer fez Vida e Morte, uma releitura do romance sobrenatural que fez enorme sucesso.
Beaufort Swan se muda para a melancólica e chuvosa Forks e lá conhece a atraente e enigmática Edythe Cullen. De olhos dourados, voz hipnótica, pele de porcelana e dons sobrenaturais, Edythe muda de forma inigualável e perigosa a vida de Beau e agora pode ser tarde demais para voltar atrás...

"[...]- A escuridão é tão previsível, não acha?
-Eu gosto da noite. Sem o escuro nunca veríamos as estrelas."

"Poxa, não é Midnight Sun?" esse foi o meu pensamento, e creio que o de milhares de fãs também, quando foi anunciada a edição comemorativa de aniversário da saga. Fiquei bem desanimada, pois a inversão de gêneros me pareceu algo tão... sem graça e feito às pressas, mas como uma boa fã saudosa, logo corri para comprar meu exemplar de Vida e Morte e até que não foi tão ruim assim.
A base da história é a mesma e acho que todos já a conhecem, sendo as diferenças, além da troca dos gêneros, algumas mudanças sutis nas características e na personalidade dos personagens e claro na adaptação de determinadas cenas.



Foi extremamente difícil para eu fazer essa leitura, pois sempre que eu lia Beau imaginava Bella, lia Edythe e visualizava Edward, pensava Archier e só conseguia ver Alice e isso aconteceu muito, com todos os personagens. A leitura só fluiu quando me obriguei a ver tudo e todos com novos olhos, o que não foi tarefa fácil, principalmente porque todas as falas de Beau e Edythe permaneceram exatamente as mesmas de Bella e Edward. Com isso, Edythe que é bem mais risonha e falante do que Edward possuía sua mesma maneira cavalheiresca de falar, assim como Beau pensa e fala da mesma forma que Bella, apesar de agir diferente em alguns momentos, o que não caiu nem um pouco bem e tornou ainda mais difícil ver tudo como algo novo.

O que há de inédito mesmo nesta versão são os detalhes adicionais sobre a origem de alguns dos Cullen, um pouco da história sobre a subida dos Volturi ao poder e o desfecho da trama que, devo dizer, me deixou bem contente e deu um pouco do ar inovador que faltou à reimaginação.
Sobre essa primeira edição, devo alertar para os perfeccionistas de plantão que ela veio cheia de erros de concordância de gênero, com Beu se referindo a Edythe por ele e vice e versa (ele/ela,dele/dela e afins). Se foi um descuido da autora, da tradução ou mesmo de digitação, não sei dizer, mas os erros são muitos e levemente irritantes.

Mesmo com os pontos negativos e a falta de novidades maiores,Vida e Morte é leitura recomendada para os fãs órfãos dos livros de Meyer e que desejam, mais uma vez, fazer parte do mundo por ela imaginado. Essa nova história é única, se encerrando em Crepúsculo, por tanto não espere novas versões dos demais livros. Mesmo assim, eu mentiria se dissesse que não espero ardentemente pela versão final de Midnight Sun. Quem sabe na comemoração de vinte anos?

25 comentários:

  1. Oi, Larissa! Tudo bem?

    Menina, achei sua resenha incrível e super realista.
    Acredito que eu não irei ler, pois já tenho os personagens impregnados em minha memória! rsrsrs!

    Beijos!
    Danny
    http://www.irmaoslivreiros.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá Larissa, tudo bem?

    Menina você e muito corajosa de comprar este livro HAHAHAHA brincadeira se fosse uma nova versão de Harry potter eu compraria também, então te entendo perfeitamente! Li o primeiro e segundo livro da saga crepúsculo e foi o suficiente, não por que não goste da historia e sim por que gosto do Edward e da Bella juntos e ponto final, nada de Jacob se intrometendo nas coisas caramba HAHAHAH enfim já iniciei a leitura desse livro por curiosidade e foi detestável senhor! Eu simplesmente não conseguia troca um pelo outro e muito difícil! A autora e louca meu? já temos em mente a imagem da Kristen e do Robert Pattinson não dá! HAHAHAHA juro que tentei mas realmente e impossível pra mim! Mas você fez seu papel de fã e isso que importa! Adorei a resenha.
    Beijinhos flor<3
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei a resenha, uma amiga me falou desse livro essa semana e eu fiquei curiosa! sempre amei a saga.

    Venha conhecer o meu trabalho: http://blogandovaidades.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu amava Crepúsculo quando mais nova, por isso comprei essa nova versão e confesso que lendo com a cabeça de hoje gostei mais desse do que o original o Beau me conquistou, ele é mais sarcástico e senti mais vida nele do que na Bella.
    Enfim, para mim valeu a leitura.
    Beijo

    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
  5. Comecei a minha paixão pelos livros um pouco tarde e tudo por causa da série Crepúsculo, claro que depois vieram muitos outros livros que fez com eu mudasse meu gosto literário, mas sempre vou ter um carinho especial por essa história e acho que por isso não leria essa nova versão, talvez se fosse Midnight Sun, sempre quis o final da visão do Edward ♥

    Amei sua resenha!
    Beijos
    Dani Cruz
    blog-emcomum.blogspot.com.br
    Twitter - @blogemcomum / Insta - @blogemcomum / Fanpage Em Comum

    ResponderExcluir
  6. Nossa! Que resenha maravilhosa, gostei muito.

    Vou deixar o link do meu ultimo texto, caso queira dar uma olhadinha;

    http://autorasentimental.blogspot.com.br/.../saudade-do...

    Beijo da bru e sucesso!

    ResponderExcluir
  7. Oi Larissa!
    Admito que adoro Crepúsculo e fiquei meio decepcionado quando vi que não era Midnight Sun que seria lançado.Achei meio estranha essa decisão da autora de inverter os gêneros,parece que foi apenas mais uma maneira de ganhar dinheiro,não sei.Ganhei esse livro recentemente e apesar de tudo tô curioso pra ler.Vai ser difícil ler e separar Edward e Bella dos novos personagens,vamos ver como vai ser.
    Erros de concordância,sério?Ninguém merece!
    Acho que a autora confundiu todo mundo nessa troca de gêneros só pode kkkkkkkkkkkk
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Nunca li Crepúsculo, pois foi algo que nunca me chamou atenção nem pelas críticas, mas hoje em dia tenho muita vontade de arriscar. Porém não curti este não viu, acho que a história é uma só e não curti muito essa de inverter os papéis. É como ler a mesma história duas vezes. Parabéns pela resenha e sinceridade. Beijos

    Mergulhares | Blog

    ResponderExcluir
  9. Oi Larissa, tudo bem?

    Nossa sou fã da Saga Crepúsculo, e como fã lógico que queria ter esse livro, e ameeeeeeeeei, o conto Vida e Morte. Ri muitooooooo com a estória, os personagens e os diálogos; parabéns você arrasou!!!

    ResponderExcluir
  10. Como a fã n° 1, kkkkkk, Bom estou louca para ler o livro! Acho interessante a temática de Stephanie, inverter e alterar algumas características! Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  11. @Irmãos Livreiros - por Daniel Moraes
    Oi Danny! Obrigada!
    Essa questão dos personagens é difícil mesmo,são muitos anos com Bella e Edward na cabeça,rs.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. @Blogando Vaidades
    Que bom que gostou!Leia,se possível.
    Vou fazer uma visita :)

    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. @Em comum
    Oi! Eu também tenho um carinho muito especial por essa saga e,acho que por ainda guardar boas recordações, eu precisei ler. Midnight Sun é, creio eu,desejo universal haha.
    Fico feliz que tenha gostado da resenha!

    Bjs Dani!

    ResponderExcluir
  14. @Bruna Barbosa
    Oi Bru! Muito obrigada, fico radiante por você ter gostado.

    Vou dar uma olhada sim :)

    Beijinhos e sucesso pra você também!

    ResponderExcluir
  15. @Camila Carvalho
    Oi Camila!
    Pra mim também foi uma leitura válida, mas ainda apegada à versão original. Talvez quando eu o reler,Vida e Morte tenha uma outra aparência pra mim,assim como Beau e Edyth,e eu consiga me distanciar de Crepúsculo lendo-o como algo novo.

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  16. @Ana Lima
    Obrigada Ana!
    No fim,acabou que essa inversão foi interessante mesmo.

    Beijoka!

    ResponderExcluir
  17. @Rosacarla Madeira Franco
    Obrigada Rosacarla!!
    Que bom que gostou do livro. Pros fãs é realmente algo imperdível.

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  18. @Mergulhares
    Oi!Que bom que gostou da resenha, eu agradeço!
    Realmente essa é uma versão mais voltada aos fãs mesmo,pois é como um bônus de aniversário da série. Caso se decida por ler,comece pelo original e se gostar,você dá uma espiada na releitura.
    Se o fizer,espero que seja uma boa leitura.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. @Cláudio Cabral
    Oi Cláudio!
    Também tive essa decepção, talvez a Meyer ache que ainda não é a hora de publicá-lo,se é que ela vai publicar. Quem sabe?
    Leia-o sim,fazendo um esforço para afastar Bella e Edward, pois para quem gosta da saga original é um bom bônus.
    Quanto aos erros...espero que não existem na próxima edição, rs.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  20. @Resenha Atual
    Oi Ingrid!
    Corajosa?Acho que estou mais para saudosa haha.Menina,leia os seguintes: te garanto que o Jacob não será um problema ao romance.
    Realmente é difícil se acostumar com essa inversão, nem tanto pelos atores da adaptação cinematográfica, mas pelos personagens em si. Já são tantos anos com Bella e Edward que fica difícil mudar a visão.

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  21. Você me fez rir aqui. E é bom sorrir, sabe. Então tinha de dizer algo. Amei a forma direta com que escreve. E, ri... quem sabe não é? Daqui vinte anos... quem sabe o que passa naquela cabeça da Meyer!

    ResponderExcluir
  22. @Oliveira
    Adorei o seu comentário!Fico feliz em saber que fiz alguém rir,isso é muito bom,e também por você gostar do meu jeito de escrever.
    Saber ninguém sabe,então só nos resta esperar haha.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  23. Não achei muito interessante de ler um livro com essa mudança de gênero, acho mais interessante fazer com a Kiera e criar um livro com curiosidades e aspectos diferentes, mas não mudança de gênero, o que alem do mais, so muda papeis.

    ResponderExcluir
  24. Não achei muito interessante de ler um livro com essa mudança de gênero, acho mais interessante fazer com a Kiera e criar um livro com curiosidades e aspectos diferentes, mas não mudança de gênero, o que alem do mais, so muda papeis.

    ResponderExcluir
  25. @Sabrina Mazzoni
    Realmente Sabrina,algo mais elaborado seria mais interessante,mas acho que ainda assim,para os fãs,essa versão foi válida,apesar de não ser o que esperavam.

    Bjs!

    ResponderExcluir