Resenha: Diga Sim ao Marquês - Tessa Dare

Editora Gutenberg
Tradutora: A C Reis
288 páginas
2016
Exemplar cedido pela editora.

A série Castles Ever After conta a história de jovens que herdaram castelos. No segundo livro, Clio Whitmore está noiva do Marquês de Granville desde os 17 anos. Esperando há oito anos e conhecida como senhorita Wait-more, ela já está sem esperanças e agora tudo o que deseja fazer é cancelar o casamento e focar-se na propriedade que herdou de um tio. É quando aparece Rafe Brandon, irmão de Piers, o marquês, e está determinado a fazer com que ela desista da ideia de cancelar o casamento. Lutador ilegal, libertino e fora dos padrões, ele tem apenas alguns dias para fazer com que ela se encante com bolos, vestidos e decorações. E ele tem a vida toda para se convencer que Clio jamais será dele.

Com uma premissa bastante original, Diga Sim ao Marquês tinha tudo para ser um romance maravilhoso. E de fato é bom, a autora escreve bem, a maioria dos personagens cativa e há um ótimo plano de fundo. Porém, não foi tudo o que eu esperava. Fiquei com grandes expectativas, mas acho que a autora se prendeu muito aos clichês do gênero, o que fez a história se perder e de certa forma, ficar um pouco “apagado” entre tantos títulos de romances históricos.

As cenas são o que mais gostei no livro. Não apenas como são narradas, mas como são criadas. São inúmeras passagens que vão do cômico ao memorável, perfeitas de se imaginar em um filme. Acima de tudo, são situações que não ficam forçadas e tornam o livro bem agradável, sensível e bonitinho. Palavras essas, creio eu, que definem o livro inteiro. Tessa Dare tem uma escrita delicada e fluída. Entretanto, creio eu que o livro só toma real rumo no final, já que até a metade, gira em torno dessas cenas, que vão construindo o livro, mas de forma lenta e até um pouco arrastada. Já no final, há um ritmo mais acelerado na história, e foi o momento em que mais me empolguei com a história, com acontecimentos fora do comum e muito romance. Há cenas quentes no livro, mas considerei um ponto positivo, porque são descritas com extrema delicadeza. Não é algo brusco, e sim algo sutil e cheio de amor entre os personagens.

Enquanto alguns personagens são diferentes, a maioria novamente cai no clichê, como é o caso de Rafe, libertino que se apaixona pela protagonista; Daphne, a irmã do meio de Clio, que foge para se casar e que é uma pessoa, mas megera na maior parte do tempo; e Phoebe, que apesar de cair no esteriótipo de gênio e desencaixada, foi minha personagem favorita, já que suas passagens eram sempre inteligentes e lógicas, mas sempre com muita comicidade.
Clio, a protagonista, foge dos esteriótipos, em minha opinião. Ela foi prometida, mas não deseja mais se casar, pelo contrário: agora que herdou um castelo, só deseja ser independente e fazê-lo prosperar.
O romance dela com Rafe também deu muito certo. O casal tem química, possuem momentos envolventes e fazem com que o leitor torça pela felicidade de ambos.
Ainda assim, os personagens são carismáticos, e nenhum deles provoca realmente ira no leitor.

“Eu passei muito tempo sozinha nos últimos oito anos. Comecei a conhecer melhor a mim mesma e minhas possibilidades. Sou resiliente. Consigo aguentar um pouco de fofoca. Muita, até. Eu consigo herdar uma propriedade e não só preservá-la, mas também melhorá-la. Porque tive todas essas aulas que deveriam fazer de esposa ideal de um diplomata e as usei em proveito próprio. […] eu declarei discretamente minha independência. Agora sou a nação soberana de Clio. E não há rendição possível.”

No geral, Diga Sim ao Marquês é uma história romântica e divertida indicada para passar o tempo. Não espere algo brilhante. Apesar de Tessa Dare trazer um plot interessante e original, a história acaba caindo nos já conhecidos clichês de romances históricos. Ainda assim, pretendo ler outro livros da autora para conhecer mais de suas obras, já que no geral, é um bom livro.

Sobre a série:
Diga Sim ao Marquês é o segundo livro da série Castles Ever After, que já conta com Romance com o Duque. Apesar de ser uma série, não possuem ligação entre si, podendo ser lido da forma que for conveniente.

17 comentários:

  1. Olá
    Quero muito ler algum livro da autora, especialmente porque só leio comentários a seu respeito. Sobre esse livro, pelo que li em seus comentários, parece ser uma leitura agradável, especialmente para quem curte o gênero e tramas divertidas e românticas.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Não tenho dúvidas que o livro é divertido, mas senti falta de alguma coisa nessa obra. Não sei ao certo dizer o que foi, mas faltou para me encantar, sabe?
    Sou adoradora do gênero, mas o livro não me conquistou em nada, infelizmente.
    Entretanto, parabéns pela incrível resenha.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Ultimamente me tornei bastante seletiva com romances.
    Achei bacana você ter apontado suas impressões de forma educada e sincera.
    Não é legal quando o livro não é tudo aquilo que a gente esperava, mas isso é comum, vale como experiência.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Sempre tem esta questão do libertino que depois para da noite para o dia por uma mulher. Normal em livros de romance de época. Mas acho legal esta saga, apesar de nunca ter lido.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  5. Oi,
    Acho que esse clichê é algo dos romances de época. Tenho adorado os livros que leio desse gênero. Mas claro que um ou outro não são TUDO isso que dizem por ai.
    Nunca li nada da Tessa e sua resenha me deixou curiosa. Só achei o nome do livro bem algo no estilo da Julia Quinn, (O Duque e Eu; O Visconde que me amava)
    Realmente esses são livros para divertir e passar o tempo.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Não sou muito fã de romances de época e só encaro a leitura de um quando vejo muitos elogios. Pelo que percebi, esse livro é interessante para distrair, mas não chamou minha atenção. Gostei muito dos detalhes da sua resenha. A capa está linda <3
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Confesso que fiquei na dúvida se seria um livro que eu iria amar ou odiar! Gosto de romances, apesar de ser o gênero que menos leio, mas coisas clichês me incomodam um pouco, porém darei uma chance!
    Sabe aqueles momentos em que você está toda "amorzinha" e se derrete com filmes e livros de romance? Então, pegarei para ler esse livro justamente nesse momento haha

    O que mais me interessou foi essa parte: "Ela foi prometida, mas não deseja mais se casar, pelo contrário: agora que herdou um castelo, só deseja ser independente e fazê-lo prosperar.", livros com mulheres desse jeito me encantam, e isso foi o que mais despertou minha curiosidade! Já está na minha listinha de leituras futuras.

    Beijinhos...
    Desencaixados

    ResponderExcluir
  8. Phoebe é uma figurinha mesmo, adorei as tiradas que ela fazia. Gostei muito do livro justamente por ver que a mocinha não procurava casamento nenhum, apenas poder tomar suas próprias decisões.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Hey!
    Eu não conhecia esse livro e nem a autora, mas foi bom ver alguma opinião sobre, é sempre bom conhecer novos autores e histórias, não é mesmo? Apesar de parecer um pouco clichê, me interessei pela história e fiquei curiosa pra conhecer mais das personagens. Eu adoro livros divertidos e parece que esse tem uma leitura bastante leve e fluida, gostaria de arriscar.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. bom, pra ser sincera não achei a premissa original. os clichês de romance de época estão bem representados na obra... e não creio que a mocinha fuja do esteriótipo, pois se assim o fosse, ela não terminaria com Rafe, seria se ela tivesse mantido a posição de ser independente cuidando do castelo que herdou... mas enfim... eu não curto o gênero justamente pelo excesso de 'lugar-comum'... pelo jeito, essa leitura não é pra mim...
    bjs...

    ResponderExcluir
  11. Oie.
    No momento nao esrou lendo romances de epoca e nem me deixando seduzir por suas belas capas, e convenhamos que esse tem uma maravilhosa, mas a série já está na minha lista de prováveis leituras.
    Bjokas

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Gosto bastante de livros do gênero, mas ainda não tive a oportunidade de fazer a leitura dessa obra.
    Parece ser uma excelente leitura e acredito que irá prender muito a minha atenção por dois fatos: a escrita da autora parece ser encantadora; e você ter mencionado que o livro contém desde partes cômicas a memoráveis.

    leitoradescontrolada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    É ruim quando estamos com expectativas e elas meio que recebem um banho de agua fria, não que tenha sido uma decepção pra ti ne, mas haha.
    Adoro histórias clichês, mas realmente tem que tomar cuidado pra não ficarem muito batidas e inferiores a outras. No geral esse livro parece bom, mas daquele tipo que faltou algo ne? Ainda mais com tantos romances históricos no momento, imagino que esse não esteja entre os melhores que tu já leu.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Até levei um susto quando vi a avaliação, a autora escreve livros excelentes de romances históricos e normalmente é só elogiada, mas percebo que nessa obra ela deixou a desejar com um enredo e personagens clichês, e ela não conseguir ofuscar esse aspecto.

    ResponderExcluir
  15. Queero muito ler algo dessa autora e todos sempre jogam e despejam elogios para ela. Tres estrelas? serio? NOssa, agora que estou ainda mais encucada!

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Eu amo os romances de época. Mesmo parecendo serem as mesmas histórias, sempre tem um algo a mais. Ainda não li essa serie, mas vou ler com certeza.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Eu sou super suspeita de falar pois amo um bom romance de época, e apesar de não ter lido nenhum livro dessa série ainda, sua resenha me trouxe uma ótima proposta. Fiquei bem curiosa para conhecer os personagens que parecem cativantes e diferentes. Fiquei muito animada mesmo e espero uma hora dessas conhecer a série. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir