Resenha: O Mistério do Relógio na Parede - John Bellairs


Editora: Galera Record
Tradutor: Alves Calado
192 páginas
2018

Lewis Barnawelt tem 10 anos e acaba de perder os pais, o que o faz ter que ir morar com o tio Jonathan Barnavel, uma pessoa tudo menos comum. Tanto o tio Jonathan quanto a sua vizinha, a Sra. Zimmermann, são bruxos e isso mais do que deixou Lewis empolgado: era a sua chance de finalmente viver uma aventura! Mas quando somente olhar deixa de ser suficiente e o jovem começa a tentar usar a sua própria magia, Lewis, sem querer, acaba ressuscitando a antiga dona da casa e descobrindo que ela e seu marido colocaram nas paredes da casa um relógio que nunca para de tiquetaquear e que tem poder o suficiente para aniquilar a humanidade, sendo os Barnevelts os únicos capazes de impedi-lo.

O primeiro de uma trilogia infanto-juvenil de um  dos maiores autores do gênero nos Estados Unidos, "O Mistério do Relógio na Parede" é uma trama de magia e mistério que nos apresenta Lewis, um menino destemido mas com dificuldades em fazer amigos que vai morar com um tio que nunca viu na vida após a morte de seus pais, e com ele descobre que a magia faz parte de sua família.


[ESPECIAL] Como economizar ao comprar livros

Oi, oi pessoal! Todo mundo bem? Hoje, o post é bem diferente do que costumamos fazer por aqui (sim, nada de resenha aeee!!) ou até mesmo nas nossas redes sociais mas é um assunto bem útil pra qualquer amante de livros que não tenha tanta experiência com compras online ou que ainda não conhece as melhores formas de economizar. Vamos falar sobre como gastar menos comprando livros online?

  • Faça uma wishlist

Antes de tudo você deve saber o que exatamente você quer comprar, assim evita cair na tentação de comprar aquele livro aleatório - que você muito provavelmente não lerá - só porque ele está muito barato. Então, faça uma lista de desejados e, se possível, coloque uma ordem de prioridade (o que você quer ler mais? Tem continuações de séries para comprar?). Pode parecer bobagem mas essa pequena organização te ajudará a ter foco nesse mar de opções que as lojas oferecem.


Resenha: Destinos do Amor - Amie Knight


Editora: Cherish Books
Tradutora: Bianca Carvalho
301 páginas
2019
Disponível na Amazon

Eu era uma ladra.
A garota invisível que ninguém conseguia enxergar.
A mulher que escolheu ser mais do que isso.

Ele era tudo.
Um cowboy extraordinário que roubou meu coração quando eu tinha dezesseis anos.
O homem devastado por quem eu ainda estava apaixonada, mesmo quatro anos depois.

O trem foi onde nos conhecemos.
Onde nossos destinos entraram em colisão.
Onde as verdades se descarrilaram.
O lugar onde nossa história de amor terminou.
*Sinopse original

"O que eu fazia era errado. Sabia disso, mas mesmo as melhores pessoas faziam coisas ruins quando se deparavam com obstáculos indescritíveis. E eu não era das melhores."

Para quem não nos acompanha nas redes sociais, fizemos por lá o anúncio de que somos parceiras da Cherish Books, uma editora que nasceu há pouquíssimos meses com a proposta de trazer as mais lindas histórias de amor de autoras inéditas no Brasil, do chick-lit ao romance de época. E começando muito bem nessa missão, temos o primeiro lançamento do selo: "Destinos do Amor" que traz a história de Everly, uma jovem com uma história de vida muito difícil que ganha a oportunidade de ir trabalhar em uma fazenda durante o verão, onde ela tem um reencontro mais do que inesperado com Cole, seu herói do passado que nunca deixou de habitar sua mente e seu coração.


Resenha: A Guardiã dos Vazios - Victoria Schwab

Editora Bertrand
Tradutora: 
322 páginas
2018

Outras resenhas da autora: A Guardiã de Histórias, Um Tom Mais Escuro de Magia.

Atenção! Contém spoilers do primeiro livro.

No segundo livro da trilogia A Guardiã de Histórias, Mackenzie Bishop está atormentada. Depois dos recentes acontecimentos que colocaram em cheque sua credibilidade, ela começa a questionar se está de fato apta a trabalhar como guardiã, isto é, retornando as histórias dos mortos para os arquivos. Quando uma série de desaparecimentos de pessoas - todas ligadas a ela - começam a acontecer, e seus pesadelos ficam cada vez mais frequentes, Mackenzie percebe que terá que ser ela, como principal suspeita, a descobrir o real culpado.

Eu li o primeiro livro pela primeira vez há mais de um ano, é preciso dizer. Como gostei muito, apesar de ter ressalvas, ainda tinha boa parte da história fresca na mente. Portanto, assim que tive a oportunidade de ler, peguei a história de Mackenzie e ainda que tenha lido devagar, novamente fiquei encantada com a história escrita por Victoria Schwab.

Resenha - O Sol na Cabeça - Geovani Martins


Editora: Companhia das Letras
120 páginas
2018

Numa sequência de 13 contos, Geovani Martins mostra a infância e a adolescência de meninos que desde cedo convivem com as dificuldades de se viver em meio à violência do lado menos favorecido do Rio de Janeiro das primeiras décadas do século XXI.
Do abuso policial nas praias da zona sul em nome do fim dos arrastões ao encontro de jovens com a mira de fuzis dos traficantes locais, a realidade dura é exposta em cores vivas e sem negligências.

"As pessoas costumam dizer que morar numa favela de Zona Sul é privilégio, se compararmos a outras favelas da Zona Norte, Oeste, Baixada. [...] O que pouco se fala é que, diferente das outras favelas, o abismo que marca a fronteira entre o morro e o asfalto na Zona Sul é muito mais profundo."

Uma grande aposta da editora, "O Sol na Cabeça" é um livro que, confesso, não me chamaria muita atenção na livraria mas fiquei feliz de ter recebido esse livrinho pequeno de tamanho mas enorme em seu conteúdo pois, se a pretensão do autor era fazer um retrato do cara comum da favela, ele acertou em cheio nos mostrando o morador comum que tem medo tanto dos bandidos quanto da polícia e que vive naquela margem social que conhecemos muito bem, seja de ver nos jornais ou na vida real.